Dor muscular pode ser indicativo
de que o corpo não está bem

FIBROMIALGIA

A fibromialgia é uma síndrome clínica que apresenta como sintomas dor em vários pontos do corpo, distúrbios do sono, além de fadiga, indisposição, cefaleia e comprometimento emocional. O tratamento da doença é feito através de analgésicos, antiinflamatórios, antidepressivos, acompanhamento psicológico e acupuntura, além de uma orientação para prática de exercícios físicos e de alongamento adequados.

MIOFASCIAL

A síndrome miofascial é uma dor crônica muscular, que diminui a capacidade motora e reduz a amplitude dos movimentos. O ponto de gatilho é o local do músculo que desencadeia essa dor. Ele pode se desenvolver após uma lesão de fibras musculares. Portanto, a síndrome miofascial pode ser causada por um trauma, micro-trauma, postura inadequada e estresse emocional. Os pontos mais comuns para o aparecimento da dor são a região lombar, pescoço, mandíbula e ombros. O tratamento da síndrome miofascial consiste no uso de infiltração anestésica, antiinflamatórios, relaxantes musculares, suporte psicológico, fisioterapia com reeducação postural e acupuntura.

TENDINITE

A tendinite é uma inflamação, lesão e inchaço que ocorre no tendão, tecido que liga o músculo ao osso. Entre os sintomas da doença estão uma dor localizada no local afetado, dificuldade de movimento do membro, sensação de queimação e inchaço. Os locais mais afetados pela tendinite são ombro, mão, cotovelo, punho, quadril, joelho e tornozelo. Além de tratamento farmacológico, a tendinite pode ser tratada com infiltrações, sessões de onda de choque e fisioterapia.

ARTROSE

Artrose é uma condição clínica secundária ao desgaste das articulações ou juntas. As articulações mais acometidas são: Joelhos, quadril, ombro e mãos. O tratamento envolve uso de analgésicos, além de infiltrações com medicações restauradoras da articulação. A artrose em sua maioria tem origem degenerativa.

LER - A LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO

É uma síndrome causada pela execução de tarefas contínuas e repetitivas durante um longo período. Atualmente, a doença é comum em pessoas que passam um longo período fazendo uso de computadores. O degaste nas articulações e nervos causa inflamações e dores. A doença é caracterizada por dor no local afetado, formigamento, inchaço, dificuldade de movimentação do membro e falta de força. O tratamento da lesão é feito com antiinflamatórios, repouso da atividade que causou a doença através de imobilizações temporárias, fisioterapia e acupuntura.